sábado, 21 de novembro de 2009

Resenha Crítica

Esta resenha trata da pesquisa sobre a gravidez na adolescência no Distrito Federal nos períodos de 12 a 19 anos, do ano 2000 a 2009. Para tratar o assunto, o grupo recorreu às mais variadas fontes de pesquisa, com o objetivo de ampliar o conhecimento sobre as causas mais freqüentes de uma gravidez indesejada e selecionamos as pesquisas e dados do ministério da saúde, a entrevista com a psicóloga Sandra Agrelli, postada no blog diga não a erotização infantil e o filme Juno.
Desde que houve um grande aumento no número de adolescentes grávidas no DF, o ministério da saúde em colaboração com o Governo do Distrito Federal, passou a distribuir preservativos nas escolas públicas, com base nos dados apresentados no censo realizado no ano 2000.
Segundo o Censo (2000), o DF possui 31% de sua população constituída por jovens e adolescentes, por isso a grande preocupação com a sexualidade precoce que estes indivíduos vem sofrendo.
Entretanto, uma pesquisa do ministério da saúde feita em 2008, mostra que houve uma queda de mais de 35% nos casos de gravidez precoce entre 2003 e 2008. Visando diminuir ainda mais esses índices, o Ministério da Saúde lançou em 2009, uma cartilha, onde é incentivado o uso de métodos contraceptivos pelos jovens, contribuindo assim, para evitar uma gravidez não planejada.
Em entrevista postada no blog diga não a erotização infantil, a psicóloga Sandra Agrelli fala sobre os problemas que impedem a eficácia das propagandas e campanhas em relação aos jovens. A psicóloga diz:
“É preciso existir mais que informação, mas uma orientação para que nossos adolescentes consigam avaliar as perdas e os ganhos de uma atitude motivada pelo desejo sexual”.
Segundo Agrelli, há uma tendência errônea que leva os jovens a crer que o sexo não passa de uma fonte de diversão e compreende que se faz necessário um resgate dos princípios essenciais da vida.
Um grande colaborador para divulgação dos problemas de uma gravidez indesejada foi o filme Juno, que traz como personagem principal uma garota de dezesseis anos que engravida de seu namorado. De forma sutil, o filme mostra as mudanças físicas e psicológicas que acontecem com a personagem enquanto grávida. Apesar de tratar de um assunto visto como tabu, ele faz uma abordagem direta aos jovens, com competência lingüística e clareza no assunto abordado.
Hoje, a gravidez na adolescência é um tema tratado em âmbito mundial. Não é algo especifico de países pobres ou subdesenvolvidos. As conseqüências de uma gravidez não planejada são extensas e complicadas, não afetam apenas os pais da criança, mas abalam toda a estrutura familiar dos envolvidos.

Bibliografia

- Ministério da saúde – www.saude.gov.br (acessado em 12/11/09)
- Blog Diga Não a Erotização Infantil -http://diganaoaerotizacaoinfantil.wordpress.com/category/gravidez-na-adolescencia/ (acessado em 12/11/09)
- Filme Juno – Direção: Jason Reitman, 2007

Um comentário:

  1. Olá,
    Estou passando por aqui para visitar o material de vocês. Esta é a etapa final da atividade com o blog sob minha orientação.
    De vez em quando virei visitá-los rsss...

    Informo que o processo de avaliação consta das seguintes etapas:

    Leitura dos relatórios individuais
    Impressão de todos os textos dos blogs
    Leitura dos textos publicados nos blogs
    Coloco comentário geral no último texto publicado.

    Após o recebimento deste comentário geral. As etapas de avaliação foram encerradas.

    Desejo sucesso para vocês e AGRADEÇO a participação de todos vocês na elaboração das atividades propostas durante nosso curso.

    abraços

    ResponderExcluir